sexta-feira, 20 de junho de 2008

O que você está lendo?

Sensações

“As sensações são misteriosas!
Mas, todos nós as conhecemos muito bem.
Talvez seja, por isto, que é tão difícil explicá-las.
Algumas pessoas privilegiadas, artistas, talvez, consigam se manifestar melhor.
Expressando com palavras, imagens, gestos ou sons as sensações que sentem.
Mas, quando admiramos uma obra temos nossas próprias sensações!
Que com certeza são diferentes da pessoa que a fez. Que contradição!
Muitos cientistas, filósofos e artistas passaram a vida tentando desvendá-las.
Talvez este mistério continue.
O
que será melhor para a humanidade?
Solucionar este problema ou deixá-lo em aberto?(...)”
Carolina Godinho Retondo, Pedro Faria -
Química das Sensações


Oi pessoal, estou lendo este livro que encontrei na biblioteca da escola e que utiliza conceitos da química, física, biologia e de outras áreas do conhecimento para explicar como são provocadas as sensações humanas . Não terminei de ler ainda, só desgrudei os olhos dele para indicá-lo a vocês.

E vocês, o que estão lendo?

15 comentários:

Isabela disse...

Bom, achei muito interessante este post.
No momento estou lendo o livro do Herry Potter e as Relíquias da Morte, eu gosto de livros de histórias, mas também acho legal esses livros que nos ensinam algo.

Mariana Sousa Santos disse...

Eu também li o livro do Harry Potter e as Relíquias da Morte, e achei legal. Eu adoro livros de fcção,de histórias e de lendas.No momento estou lendo o livro Auto da Compadecida do Ariano Suassuna, que minha irmã me indicou. Esse livro é uma peça teatral de três atos. Também estou lendo As loucas aventuras do Barão de Munchasen de Rudolph Erich Raspe, tradução e adaptação de Heloisa Prieto, que emprestei da minha escola. Minha mãe pediu para eu comentar como eu me interessei pela leitura,eu acho que foi quando eu estava na 1º série, para melhorar minha letrinha, minha mãe me dava pequenos textos para copiar no caderno de caligrafia. Uma vez copiei o texto da Raposa e as Uvas do livro Fábulas de Monteiro Lobato, li também o texto que estava na página ao lado,fui lendo outros textos daquele mesmo livro até que eu li o livro todo. E hoje eu já li quase toda a coleção. `
É muito bom ler!

Mariana Sousa Santos

jéssica disse...

Muito legal este post.incentiva todos a leitura para o melhor conhecimento de todas as coisas.eu particulamente gosto de livros do autor Paulo Coelho,e livros em geral de aventura e mistério.mas todos livros tem algo a mostrar...

Leandro disse...

Olá,
Gostei da sugestão... acho que vou dar uma olhada nele também...
Mas respondendo a pergunta da Prof. Rosa eu acho que deve se deixar livre a pessoa para sentir suas próprias sensações quando escuta uma música, vê uma foto, vê uma escultura, experimenta um prato de comida diferente, etc..
Se damos dicas do que a obra quer dizer, tiramos o tempero da pessoa.
É o que penso a respeito.
Sobre livros, gosto de ler uns 2 ou três no mesmo período, assim dependendo do estado de espírito pego um deles para continuar.
Hoje estou lendo, Ensaio Sobre a Cegueira de José Saramargo, A Coragem de Criar de Rollo May e Conversando com Deus de Neale Donald Walsch.

Ótimo fim de semana a todos.

Abraços.

Rosa disse...

Segue o texto da abertura do livro Química das Sensações:

Sensações

“As sensações são misteriosas!
Mas, todos nós as conhecemos muito bem.
Talvez seja, por isto, que é tão difícil explicá-las.
Algumas pessoas privilegiadas, artistas, talvez, consigam se manifestar melhor.
Expressando com palavras, imagens, gestos ou sons as sensações que sentem.
Mas, quando admiramos uma obra temos nossas próprias sensações!
Que com certeza são diferentes da pessoa que a fez. Que contradição!
Muitos cientistas, filósofos e artistas passaram a vida tentando desvendá-las. Talvez este mistério continue.
O que será melhor para a humanidade?
Solucionar este problema ou deixá-lo em aberto?
Será que conseguiremos entendê-las realmente e explicá-las de forma que todos as conheçam?
Se isso acontecer, talvez, possa ser criado um tipo de manual, com instruções de como a mente humana funciona.
Contando, em detalhes, o que provoca ou não uma determinada sensação.
Então, nós não teríamos mais dúvidas.
Não erraríamos mais!
Saberíamos amar, sem ter medo de sofrer ou de sentir dor.
Saberíamos controlar nossos sentimentos.
Saberíamos esquecer! Saberíamos perdoar!
Não precisaríamos mais nos preocupar com nossos gestos, porque saberíamos exatamente suas conseqüências.
Mas isso seria possível?
Não! Pois, as sensações são individuais!
Desta forma, estes mistérios jamais serão inteiramente revelados.
Nunca saberemos o que uma pessoa realmente sente.
Nunca saberemos se algo que fizemos realmente agradou ou desagradou o outro.
Nunca conseguiremos saber o que se passa na mente de outra pessoa.
Para que a vida nunca perca sua beleza, é melhor não resolvermos este mistério.
Mas, é bom pensar sobre ele. Numa tentativa ininterrupta de tentamos nos entender e entender os outros!

Carolina Godinho Retondo

*Adriana* 2° ca disse...

No momento não estou lendo nada, mas... esses dias atrás acabei de ler o livro "Uma luz no fim do túnel", muito legal.
a leitura é muito boa pois nos ajuda a dialogarmos melhor com as outras pessoas no mundo em que vivemos hoje.Sem contar que aprendemos muita coisa.

paulo luan 3ºA disse...

eu atualmente tenho lido muitas caixas de cereais e modos de usar as coisas.... hehehe to brincando...ler realmente é algo muito interessante... eu me amarrei muito na saga de darren shan putzz... não existem livros melhores que estes...
atualemente estou lendo "o segredo" fala sobre como ter coisas na vida em um método eficaz que todos nós usamos sem saber...porém com o livro vc aprende como usar este segredo pra ter tudo o q vc quer só q conscientemente... é legal... meio viajado mas é legal rsrsrs mas como o vestibular e o enem estão ai... eu to meio sem tempo de ler...
mas vou ver se abro uma brechinha... hehehe
tchau um grande abraço à todos!

XAVIER disse...

Gostaria de registrar neste belíssimo espaço minha alegria em perceber a beleza, seriedade e o compromisso ético-ecológico desenvolvido e despertado na humanidade de todos vocês. Finalizo transmitindo a equipe escolar um fraterno abraço, de alguém que é apaixonado por esta Escola...Profº Jonas

Adriana Amarante Portugal disse...

Minha amiga Rosa,você esta de parabéns por tudo que tem feito!!
Ler é maravilhoso,é mágico,é tudo de bom!!Porque viajamos sem sair do lugar,conhecemos pessoas que jamais vimos,sentimos emoções fortes como ficar triste e até chorar com os personagens,ficar alegre e rir junto com eles.
Por isso leiam muito e sejam muito felizes!
Rosa,leia Nada Fica Sem Resposta,
você vai amar.Beijinhos.

Maria Teresa Carvalho disse...

Adorei o post, incentiva as pessoas a escrever, confesso que demorei para comentar, pois não sabia como fazê-lo. Obrigada pelas dicas. No momento estou lendo, Através do Espelho de Jostein Gaarder, o mesmo autor de O mundo de Sofia, essa é a história de Cecília Skotbu, uma menina que vive intensamente. As coisas que vai aprendendo ela anota num caderninho. Ali ela escreveu, por exemplo: "Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos". É ótimo. Vale a pena conferir.

Marcos Carvalho disse...

Acabei de ler "A noite de São Bartolomeu" Conta o episódio sangrento,em Paris no ano de 1572,durante o reinado de Charles IX, quando os protestantes franceses, chamados huguenotes, começaram a ser massacrados pela realeza católica.
Há quem fale de 70 mil a cem mil mortos. Segundo relatos, os cadáveres boiaram nos rios durante meses, de modo que ninguém comia peixe. Quem ficou muito feliz com o massacre foi o papa Gregório XIII, que cunhou uma medalha comemorativa da data e encarregou Giorgio Vasari de pintar um mural celebrando o massacre. Muito Bom! recomendo.

Lilia disse...

Olá, adorei o topico, estava sem tempo mas muito ansiosa em poder participar, irei fazer meu comentario e sugerir os livros que li este mes:

- 1808/ Laurentino Gomes. De todo, assumo particularmente que o livro 1808 é redondo, gostoso de ler e não aparenta possuir desvios factuais. Uma iniciativa feliz da Ed. Planeta em pô-lo a venda nas comemorações dos duzentos anos da transferência da Corte Portuguesa para o Brasil, já que não temos nenhuma efeméride que a relembre em calendário oficial. Foi, como diz o autor na sua chamada publicitária de capa, um evento que realmente mudou a História de Portugal e do Brasil.

- A menina que roubava livros, Markus Zusak.
A Menina Que Roubava Livros, uma incrível história contada por dona Morte, um dos personagens mais irônicos e maléficos.

Um livro interesssante por tratar de um período tão difícil, período da 2ª Guerra Mundial, em plena Alemanha. Tudo retratado por uma criança, que via o amigo se sujar de carvão para correr como Jesse Owens, roubava livros judeus das fogueiras, ajudava e dava pão aos judeus. Uma história que te conta o final no meio da leitura - e mesmo assim, você ainda deseja continuar a ler. Afinal, a história de Liesel é o que cativa; a sua história, não o seu final.
Por que ela amava os livros?
Porque eles significavam força, pelo menos para ela.

E estou lendo um material mais didatico agora, o qual acho que todos os pais deveriam presentear seus filhos,uma obra de Carlos A.H. Brum, Aprenda a Investir em Ações e a operar na Bolsa de Valores.
Ele contribui não apenas para desseminar o conhecimento sobre o mercado acionário, mas é essencial também para a formação de investidores mais maduros.

Bem, com mais tempo pretendo comentar outros livros,

Um abraço à todos.

Lilia Martins

caroline disse...

Gostei muito deste post. No momento não estou lendo nenhum livro, mas já estou ficando com saudade.
Pra falar a verdade eu nunca gostei muito de ler, mas desde que eu descobri que ler é muito bom não consigo mais ficar sem ler.
Os livros que mais gosto de ler é livros de aventuras, e os quais mais gostei de ler foram: Harry Potter que foi o ultimo livro que li (Harry Potter e as relíquias da morte),Uma aventura alucinante, os livros dos Karas de Pedro Bandeira e entre outros.
Espero que ainda muitas pessoas descubram o bem que nos faz ler.

mariana 1°B disse...

oi eu no momento não estou lendo nada mais vou começar a ler Harry Poter...
Eu adoro livros de aventura,magia,romance,etc...
eu prefiroos livros sem figuras pois gosto de imaginar as cenas de coda pagina...
bom é isso bjo e XauXau...
mariana 1°B

Erika Seda de Morais disse...

poxa...parece interessante...vou tentar ler,mas prefiro agilizar o jornal para ter a consciencia livre!ñ kero deixar isso pendente!bjus para todos do blog!