quarta-feira, 28 de abril de 2010

Caatinga

O dia 28 de abril é dedicado a um bioma exclusivamente brasileiro: a Caatinga. Decreto Federal de 20 de agosto de 2003, publicado no Diário Oficial da União, institui a data, que homenageia o professor João Vasconcelos Sobrinho (1908-1989), pioneiro na área de estudos ambientais no Brasil. De origem Tupi-Guarani, o termo significa floresta branca e resulta da combinação dos elementos ca'a (floresta), com tî (branco) e o sufixo ngá, (que lembra). A razão para esta denominação está na aparência que a floresta revela durante a estação seca, quando a quase totalidade das plantas estão sem folhas e os troncos brancos e brilhosos, no intuito de diminuir as perdas de água nesta estação. Outra estratégia igualmente importante são as folhas modificadas como espinhos. Com esse conjunto mínimo de adaptações à deficiência hídrica, o bioma apresenta uma vegetação xerófila, ou seja, resistente à seca.
A caatinga ocupa uma área de 734.478 km2 e é o único bioma exclusivamente brasileiro. Isto significa que grande parte do patrimônio biológico dessa região não é encontrada em outro lugar do mundo além de no Nordeste do Brasil. A caatinga ocupa cerca de 7% do território brasileiro. Estende-se pelos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia e norte de Minas Gerais. A área total é de aproximadamente 1.100.000 km². O cenário árido é uma descrição da Caatinga - que na língua indígena quer dizer Mata Branca.
Fonte: INSA - Instituto Nacional do semi-árido , Vida no Sertão

2 comentários:

Gislene disse...

PARABÉNS PELO BELO TRABALHO!!!
É ENSINANDO AS CRIANÇAS, DANDO À ELES ESTA NOÇÃO DA IMPORTÂNCIA DO CUIDAR, QUE FAREMOS UM PLANETA MELHOR!!
ACREDITO MUITO NISTO!!
SOU UMA DEFENSORA DA NOSSA TERRA!!
PARABÉNS!

ABRAÇO.

Gabriel disse...

Parabéns a todos os envolvidos neste projeto Mão na Terra!
Ensino público, "gratuito" e de qualidade para nosso Brasil!


Gabriel Schneider
Estudante de Agronomia
Universidade Federal de Viçosa